Abril 25, 2024

Teixeira de Freitas está em nível de Risco Alto para ocorrências de chikungunya, dengue e zika

0
Teixeira de Freitas está em nível de Risco Alto para ocorrências de chikungunya, dengue e zika

A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas — através da Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância Epidemiológica (VIEP) e Programa de Endemias — informa que o município de Teixeira de Freitas já se encontra em Risco Alto (Nível 3) para as ocorrências de arboviroses.

Teixeira de Freitas está em nível de Risco Alto para ocorrências de chikungunya, dengue e zika

Já foram notificados à VIEP 1.702 casos de arboviroses de janeiro até o momento. Somente na semana entre os dias 3 e 10 de março foram informados 558 casos, um aumento de 107,4% em relação à semana anterior. De acordo com o último censo de ocupação de leitos, há 6 pacientes internados na enfermaria e nenhum em leito de UTI, tanto no Hospital Municipal como na rede privada. Na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI), há 2 crianças internadas. Houve 01 óbito de um homem de 33 anos com comorbidades, por chikungunya.

Teixeira de Freitas está em nível de Risco Alto para ocorrências de chikungunya, dengue e zika

Diante deste cenário, a Prefeitura executa uma série de ações voltadas ao combate do mosquito Aedes aegypti como: aplicação de pulverizador costal com inseticida para eliminar os mosquitos adultos, monitoramento por drone de estruturas que apresentam água parada, e mutirões em vários bairros da cidade voltados para a coleta de entulhos nas vias públicas e às visitas domiciliares pelos Agentes de Combate às Endemias (ACE). Juntamente com  o Núcleo Regional de Saúde e Secretaria Estadual de Saúde, a administração pública reivindicou o carro de dispersão de inseticida Ultra Baixo Volume (UBV), popularmente conhecido como “Fumacê”, ao Governo do Estado, que foi atendido e está aguardando data para sua circulação, conforme cronograma da Secretaria Estadual de Saúde (SESAB).

Teixeira de Freitas está em nível de Risco Alto para ocorrências de chikungunya, dengue e zika

A participação ativa da comunidade na prevenção das arboviroses é essencial para reduzir a proliferação do mosquito Aedes aegypti e os danos à saúde em decorrência dessas doenças.A Prefeitura disponibilizou o Disk Dengue, canal de comunicação para denúncias sobre possíveis criadouros do Aedes aegypti, que pode ser acessado pelo número (73) 3011-2763 de segunda a sexta-feira. Confira algumas medidas de proteção clicando aqui (https://www.teixeiradefreitas.ba.gov.br/saiba-como-se-proteger-contra-a-dengue-zica-e-chikungunya/)

Fonte: Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *