Julho 20, 2024

AS MULHERES PEDEM SOCORRO: O aumento da Violência Doméstica em meio à Pandemia.

0

Além dos altos índices de mortes por covid 19, o Brasil vem enfrentando um problema que é pouco falado pelas mídias porém, vem destruindo muitas famílias. Em 2020 o Brasil registrou 105.821 mil denuncias de violência domestica, “Nós, infelizmente, tivemos de deixar dentro de casa agressor e vítima. Isso foi um fenômeno que aconteceu no mundo inteiro e nós lamentamos”, declarou a ministra da família e dos direitos humanos Damares Alves.

ministra da família e dos direitos humanos Damares Alves

Segundo os dados do governo a maioria das denúncias tem como vítimas mulheres declaradas como de cor parda de 35 a 39 anos. O perfil médio da mulher vítima de violência doméstica, inclui ensino médio completo e renda de até um salário mínimo.

Mesmo com a ampliação da rede de atendimento, das plataformas do Ligue 180 e Disque 100 e do Aplicativo de conversa por whatsapp chamado” Direito humanos Brasil”. O grande é desfio é confinamento dessa mulheres com seus agressores, vários fatores contribuíram para esse aumento do índice, mas o maior deles é o desemprego, onde o agressor fica por mais tempo em casa..

E com as mudanças na metodologia adotada em 2020 impede que os dados sejam comparados com anos anteriores, no entanto, em 2021 o Viva Mulher (Centro de Atendimento à Mulher em Situação de Violência), só em janeiro realizou 172 atendimento, lembrando que a lei Maria da Penha não tipifica somente agressão física, mas também a sexual, psicológica, moral e patrimonial.

O Governo Federal lançou uma campanha na qual entre as mensagens da campanha, estão: “o amor não causa dor, não causa medo, não deixa trauma ou dívidas”. Como principal objetivo chamar atenção para diversos tipos de violência que milhares de mulheres sofrem no seu dia a dia, e divulga ainda mais

Por: Micaela Sousa/bahianoticiasextremosul

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *