A brasileira Rebeca Andrade conquistou a medalha de ouro no salto da ginástica artística dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 neste domingo, 1º. Com uma pontuação de 15.083 ela superou a americana Mykayla Skinner (prata) e a sul-coreano Yeo Seojeong (bronze).

Com essa vitória, ela se tornou a primeira ginasta brasileira campeã olímpica da história.

Rebeca já havia conquistado a medalha de prata na quinta-feira, 29, na final do individual geral, o que faz dela a primeira brasileira a levar duas medalhas em uma única edição dos Jogos.

"Eu estou muito feliz. Trabalhei bastante durante todo esse tempo. Não sei nem o que dizer. Realmente não foram os meus melhores saltos. Só que isso é ginástica, isso acontece, é do esporte. Mas tirei uma nota suficiente para me dar o primeiro lugar e estou muito feliz!", comemorou a campeã, em entrevista à Rede Globo, já com a medalha dourada no pescoço.

A ginasta, de Guarulhos (São Paulo), superou lesões graves no joelho e cirurgias para conseguir a classificação a Tóquio-2020 e chegar ao maior momento de sua carreira nos Jogos Olímpicos.

A última cirurgia, em 2019, obrigou-a a ficar oito meses parada. Mas o adiamento dos Jogos de Tóquio-2020, devido à pandemia do coronavírus, lhe deu tempo para recuperar seu nível.

Em 2016, após a primeira operação, conquistou o ouro no salto na etapa do Mundial de Koper.

Rebeca, que na Rio-2016 havia conseguido apenas a décima primeira colocação, continua surpreendendo em Tóquio, onde deu ao Brasil a segunda medalha de ouro, a décima no total até agora nos Jogos Olímpicos.

Ítalo Ferreira havia conquistado o primeiro ouro brasileiro, no surfe.

A ginasta ainda competirá na final do solo, na segunda-feira.

"Me senti firme mesmo fazendo as coisas e me diverti. Hoje eu estava muito feliz. Na classificatória eu estava muito feliz. No individual. E esta sensação que eu quero levar para amanhã. Independente do que aconteça, de resultado, eu vou estar feliz, porque eu fiz tudo o que podia", vibrou Rebeca.

Fonte: Atarde

Robson Conceição começa melhor, mas perde disputa pelo título

O boxeador baiano Robson Conceição foi derrotado pela primeira vez na carreira e adiou o sonho de conquistar um título mundial em luta nesta

Skate street: Rayssa ganha etapa no Mundial nos EUA

Medalhista de prata na Olimpíada de Tóquio, Rayssa Leal, de apenas 13 anos, não para de crescer. A maranhense conquistou, ontem, o título da

Hebert Conceição pede recepção sem aglomeração: "Bora 'Baêa'

Após conquistar o ouro em Tóquio, Hebert Conceição fez agradecimentos, bem como aos familiares e amigos, do Comitê Olímpico do Brasil e não

Ouro: Brasil bate Espanha e é bicampeão olímpico no futebol

O Brasil venceu a Espanha na prorrogação e sagrou-se bicammpeão olimíco no futebol masculino pela segunda vez seguida, na Olimpíada de

Nos pênaltis, Brasil perde para o Canadá e sonho do ouro olímpico

Teve fim o sonho da primeira medalha de ouro olímpica para o futebol feminino nas Olimpíadas de Tóquio. Após um jogo tenso, disputado e que

Ítalo Ferreira conquista o primeiro ouro da história do surfe

O brasileiro Ítalo Ferreira conquistou a primeira medalha de ouro da história do surfe nas Olimpíada, ao derrotar o japonês Kanoa Igarashi na

Fla bate Chape de virada e volta a vencer no Brasileiro

Renato Gaúcho acompanhou a vitória por 2 a 1 das tribunas Com o novo técnico, Renato Gaúcho, acompanhando das tribunas do Maracanã, o

Seleção masculina de handebol é onvocada para Tóquio 2020

Estreia do Brasil será contra Noruega, em 24 de julho, às 21h A seleção brasileira masculina de handebol vai à Olimpíada de Tóquio

Com gol de Paquetá, Brasil vence Peru e vai à final da Copa

A Seleção Brasileira está na final. Na noite desta segunda-feira, 5, a Canarinho triunfou sobre o Peru pelo placar mínimo, no estádio Nilton

Desporto faz disparar Apostas ao vivo

Conteúdo patrocinado É sabido que a Covid e os confinamentos adiaram as grandes competições desportivas agendadas para 2020. Assim, este ano, a

Nossos Apoiadores: