Há 50 mil inscrições não preenchidas nas edições de 2020

As inscrições para vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), referentes ao segundo semestre de 2020, foram retomadas ontem (26). De acordo com o Ministério da Educação (MEC), há cerca de 50 mil inscrições ainda não preenchidas nas edições de 2020 dos processos seletivos regulares do fundo.

As inscrições serão realizadas exclusivamente na página do Fies na internet. Nessa etapa, poderão se inscrever tanto os candidatos não matriculados em instituição de educação superior, como também os já matriculados, mas que buscam uma oportunidade para financiar a continuidade dos estudos.

Cursos

Segundo o MEC, hoje e amanhã (27) a oferta será exclusivamente para os cursos de áreas do conhecimento prioritárias, como cursos de Saúde, Engenharias, Licenciaturas e Ciência da Computação.

Já as inscrições de candidatos não matriculados em instituição de educação superior poderão ser realizadas até as 23h59 do dia 3 de novembro. “E para quem já está matriculado no curso, turno e instituição para a qual deseja se inscrever para tentar o financiamento, o prazo termina às 23h59 do dia 27 de novembro”, complementa a nota divulgada pelo MEC.

A centenas de pessoas que tentaram se inscrever para as vagas remanescentes acabaram gerando instabilidade no sistema eletrônico usado para a inscrição no Fies. Diante dessa situação, o MEC optou por prorrogar o cronograma do processo de ocupação dessas vagas.

O Fies é o programa do governo federal que facilita o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; o percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. Já o P-Fies funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.

Fonte: Agência Brasil

Inep divulga diretrizes e procedimentos para o Encceja 2020

Inscrições vão de 11 a 22 de janeiro de 2021 O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou as

MEC lança jogo virtual para ajudar na alfabetização de crianças

Ferramenta é gratuita para celulares, tablets e computadores Ajudar o processo de alfabetização de crianças entre 4 e 9 anos de idade, de

Black Week: ainda dá tempo de aproveitar as condições especiais no

Estudantes podem começar a estudar com bolsa pagando apenas R$ 50,00 Estudantes de todo o país estão aproveitando os descontos da Black Week do

Encceja 2020: exame já tem datas de inscrição e aplicação

Prova deve ser aplicada em abril do ano que vem As datas do próximo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos,

Inscrições do Programa Universidade para Todos terminam sexta

Terminam nesta sexta-feira, 27, as inscrições do Programa Universidade para Todos (UPT). A iniciativa, que tem parceria com as universidades

Nível superior vale como comprovação em concurso de nível médio

Decisão saiu no Diário Oficial da União de hoje A Advocacia-Geral da União (AGU) editou uma súmula garantindo que candidatos possam

Enem 2020: nos dias da prova, salas terão apenas 50% da ocupação

Para evitar aglomeração, são estimadas para esta edição 205 mil salas, em 14 mil pontos de aplicação O Instituto Nacional de Estudos e

Enem 2020: candidatos com Covid-19 deverão solicitar reaplicação

Solicitação deve ser feita até um dia antes da prova Caso algum inscrito no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 seja diagnosticado com

Candidatos com Covid poderão remarcar data do Enem 2020

Instituto prevê 50% de ocupação das salas e ambientes separados para pessoas de grupos de risco. Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino

Ministro defende educação profissional voltada ao setor produtivo

Estudo diz que até 2022 automação tirará 75 milhões de empregos O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse hoje (24) que sua

Nossos Apoiadores: